Factos e Números

Em 2010, o Afeganistão foi considerado o país mais perigoso do mundo, após a análise de taxas de crime, terrorismo e instabilidade geopolítica. [1]

Em 2011, foi considerado o país mais perigoso do mundo para mulheres, analisando taxas de violência sexual, violência geral, factores culturais ou religiosos, e tráfico humano. [2]

Em 2016, foi registado pela ONU o maior número de vítimas civis no Afeganistão. Mais de 900 vítimas foram crianças. [3]

No mesmo ano, a União Europeia considerou o Afeganistão seguro o suficiente para deportar requerentes de asilo [4] [5], e deportou cerca de 10 mil refugiados afegãos. [6] [7]